Ouça a Rádio Ao Vivo

Histórico da Rede Excelsior

02 de setembro de 1941: Reunião, pelo Frei Hildebrando, de 67 personalidades da sociedade baiana para a subscrição do Estatuto da Rádio Excelsior da Bahia S/A, na condição de acionistas fundadores da emissora.

29 de outubro de 1941: Registro sob nº 12.640 do estatuto da Sociedade Anônima Rádio Excelsior da Bahia pela junta comercial do Estado da Bahia. 

05 de junho de 1942: Rádio Excelsior recebe a permissão para “estabelecer uma estação rádio difusora” (sic), pelo Decreto nº 9.603, assinado pelo presidente Getúlio Vargas e pelo ministro da Viação e Obras Públicas, João Mendonça Lima. 

05 de julho de 1942: Início das transmissões da Rádio Excelsior em instalações provisórias edificadas no Largo do Papagaio/Itapagipe, na Cidade Baixa de Salvador. 

21 de julho de 1944: Inauguração do Palacete “Álvaro Martins Catarino”, nova sede e estúdios da Radio Excelsior, situado na Av. Tiradentes 299, Itapagipe. 

25 de setembro de 1949: Excelsior passa funcionar no prédio anexo ao Liceu de Artes e Ofícios, na Rua Guedes Brito, 14-A, Centro/Pelourinho. 

15 de fevereiro de 1955: Aquisição pela Rádio Excelsior do 3º e 4º andares no Edifício Rubi, prédio situado no nº 26/28, da Praça da Sé, sede do partido político UDN (União Democrática Nacional). No ano seguinte (1956), é inaugurado o Parque Auditório do Jardim Alvalice, em Itapagipe, ao lado dos transmissores. 

29 de outubro de 1961: Instalação da nova torre metálica, o plano de terra, e inauguração do novo prédio dos transmissores, na Cidade Baixa, Largo do Papagaio/Jardim Alvalice. 

06 de janeiro de 1968: Destruição do prédio do Liceu de Artes e Ofício e os estúdios da Rádio Excelsior devido a um incêndio. Face ao grande prejuízo e a urgência em retornar suas transmissões, a Excelsior retorna à sede original, na Cidade Baixa.

12 de fevereiro de 1970: Inauguração da nova sede no Edifício Rubi, totalmente reformada, para recepção da emissora, em solenidade presidida pelo arcebispo de São Salvador da Bahia, cardeal Eugênio Sales, na presença do prefeito Antônio Carlos Magalhães, do governador Luís Viana Filho, do fundador da rádio, Frei Hildebrando, além de outras autoridades civis e religiosas. 

Julho de 1984: Aquisição do controle acionário da Rádio Excelsior S/A pela Arquidiocese de São Salvador, após apelo do Frei Hildebrando ao cardeal Avelar Brandão Vilela, na iminência de ver o controle acionário da Sociedade Anônima Radio Excelsior ser vendido a outra confissão religiosa. Ao acatar o apelo, o cardeal Avelar Brandão Vilela referiu-se à emissora como “O Nosso Veículo de Comunhão e Participação”.

11 de janeiro de 1986: Falecimento, em Salvador, do Frei Hildebrando Kruthaup, homem justo, franciscano exemplar. Parafraseando São Paulo, em 2 Timóteo 4, 7-8, “após combater o bom combate, concluir a caminhada e guardar a fé”.  

22 de dezembro de 1987: Criação da Fundação Dom Avelar Brandão Vilela (FDA), por iniciativa do arcebispo de São Salvador da Bahia e primaz do Brasil, cardeal Frei Lucas Moreira Neves, em homenagem a seu antecessor, como medida inicial para integração da Rádio Excelsior na estrutura da Arquidiocese,

Janeiro de 1991: Inauguração das atuais instalações da Rádio Excelsior pelo arcebispo de São Salvador, cardeal Frei Lucas Moreira Neves, no prédio construído no Campus Arquidiocesano, Rua Martin Afonso de Sousa nº 270, bairro do Garcia. Na cerimônia de inauguração, o arcebispo primaz definiu a Excelsior como sendo “A Maior Paróquia da Arquidiocese do Salvador”.

22 de julho de 1992: Criação da comunidade Família Excelsior (inicialmente denominada Clube Excelsior e Clube Excelsior Vida), destinada a agregar pessoas comprometidas com a sustentabilidade financeira do projeto de evangelização da arquidiocese pelo rádio. 

05 de outubro de 1992: Fundação Dom Avelar Brandão Vilela incorpora a Sociedade Anônima Rádio Excelsior da Bahia, passando a emissora a compor o Departamento de Radiodifusão da Fundação, com o nome de “Rádio Excelsior da Bahia AM 840”. 

23 de março de 1999: Celebração da Missa dos 450 Anos da Cidade do Salvador, e o Lançamento do Projeto JC 2000 (2º Milênio do Nascimento Jesus Cristo). A mega solenidade, organizada pela FDA/Excelsior, foi realizada, das 12h às 21h30, de uma terça feira, no Estádio da Fonte Nova, retransmitida por telões no Ginásio Antônio Balbino, reunindo 90 mil pessoas nos dois espaços. Desde as 8h da manhã, as primeiras pessoas começaram a chegar às portas do estádio, que abriu os portões às 11h. A apresentação foi confiada ao experiente Kater Filho (marketing católico) e contou com a participação do Padre Marcelo Rossi, da Diocese de Santo Amaro, em sua primeira apresentação fora do Estado de São Paulo. Também participaram os padres Zeca e Antônio Maria, ambos da Arquidiocese do Rio de Janeiro. À época, os três representavam a maior expressão da musicalidade católica no país. Do rico meio artístico baiano, participaram voluntariamente: Ivete Sangalo, Bel Marques (Chiclete com Banana), Tatau (Araketu) e Banda Eva. Da parte dos cantores católicos locais, apresentaram-se: Nengo Vieira, Grupo RCC, Grupo OPA, Carlos Berna e Nairzinha. A missa foi celebrada pelo então arcebispo de São Salvador da Bahia e primaz do Brasil, cardeal Geraldo Majella, e concelebrada por mais de 60 religiosos (bispos, padres e diáconos). Estiveram presentes com as respectivas famílias o Governador do Estado, o Prefeito de Salvador, além de várias outras autoridades civis e militares. Com ampla cobertura da Excelsior que liderou uma cadeia de emissoras de rádio, toda imprensa acreditada em Salvador (falada escrita e televisada) noticiou ou cobriu total ou parcialmente o evento. A FDA/Excelsior editou e publicou um tabloide documentando o evento.

15 de maio de 1999: Lançamento do Jornal da Família Excelsior (Ano I, nº 01), publicado em formato tabloide, quatro cores, com tiragem inicial de 15 mil exemplares e distribuição dirigida.  O objetivo deste veículo é formar, informar e fidelizar os financiadores do projeto de evangelização pelo rádio. O Jornal da Família Excelsior (inicialmente denominado Jornal do Clube Excelsior- JC) tem em suas páginas uma rica documentação de fatos e fotos dos grandes momentos das Igrejas Particular e Romana. Foram publicadas edições mensais, especiais e históricas, conforme a necessidade do momento. A FDA mantém em arquivo todo este rico acervo publicado.  

01 de novembro de 1999: Inauguração da Estação de Radiodifusão UHF e o início da retransmissão da Rede Vida de Televisão, Canal UHF44, em Salvador (hoje HDTV 44-1). Esta estação é composta por dois abrigos e uma torre autoportante com 105m de altura, localizada na Av. Cardeal da Silva 210, fundos do estacionamento de alunos da UCSAL, Federação. Atualmente esta unidade acolhe e opera 5 (cinco) concessões de televisão e 2 (duas) de rádio. Os recursos para construção desta unidade foram obtidos através da campanha “Dê Vida À Redevida” (Projeto Vida no Ar). A inauguração foi precedida de solenidade que contou com a presença de artistas locais, cantando músicas católicas, terminando com a celebração da Santa Missa, presidida pelo arcebispo primaz, cardeal Geraldo Majella, e concelebrada por padres e diáconos diocesanos. Mais de 2 mil pessoas estiveram presentes a esta cerimônia, realizada debaixo de forte chuva. A Redevida transmitiu ao vivo, além da Excelsior presente em todos os momentos.   

15 de janeiro de 2000: Criação do Encontrão da Família Excelsior, fruto da avaliação positiva da solenidade de inauguração da Redevida em Salvador. Foi decidido a realização de um encontro anual, destinado aos ouvintes da emissora e colaboradores da Família Excelsior, em espaço amplo, a ser realizado no último trimestre de cada ano, com o nome de “Encontro Anual da Família Excelsior” (Encontrão). O roteiro segue a mesma dinâmica da programação da emissora, encerrado com um momento mariano (18h), seguido da celebração da Santa Missa. A singularidade do Encontrão é o quadro destinado a apresentação dos comunicadores da Excelsior ao público, quando as pessoas familiarizadas com determinada voz, identifica o comunicador pela saudação oral feita do palco. A duração do evento é de 5 horas (14h às 19h). Nos Encontrões já realizados foram usados diversos espaços, conforme a expectativa de público (Ucsal, Concha Acústica/TCA, Estádio de Pituaçu). A partir de 2013 fixou-se na Colina Sagrada, defronte o templo do Santuário do Senhor do Bonfim, exceto em 2018, por força das obras públicas no local retornou a Ucsal/Federação e, em 2020, realizado em estúdio, em virtude da pandemia do covid-19. 

05 de julho de 2001: Inauguração do novo transmissor da Excelsior AM-840, em estado sólido, importado do Canadá, em substituição ao valvulado de grande custo operacional. Este equipamento foi, por anos, o grande sonho da emissora. Concomitante foi implantado novo sistema operacional digital e introduzidas profundas alterações na grade de programas, focada na interatividade e com ênfase na evangelização, jornalismo, esportes, cidadania e serviços.

15 de fevereiro de 2011: Integração à FDA/Excelsior do “Acolhimento e Mensagem de Esperança (AME)”. Trata-se de uma unidade de teleatendimento, até então sediado na Santa Casa, destinado a prestar serviço de acolhimento e escuta, prestando orientação às pessoas em situações diversas, com problemas espirituais, de desemprego, doença, drogas, matrimônio etc. Este serviço foi criado em 1979, com a aprovação do arcebispo de Salvador, cardeal Avelar Brandão Vilela, pelas Irmãs Maria Inês e Sara, Franciscanas Hospitaleiras, já falecidas, fundadoras na Bahia da Renovação Carismática Católica-RCC. Em sua trajetória esta pastoral foi acompanhada seguidamente pelos bispos: Dom Tomaz Murphy, Dom Walmor Azevedo, Dom Josafá Menezes e Dom Murilo Sebastião Krieger.

01 de novembro de 2011: Início da operação, em caráter experimental, do sinal em FM da FDA, com a sintonia FM 106.1 e o nome fantasia de Rádio Vida FM 106.1. Inicialmente a emissora esteve focada em uma programação inédita no Norte/Nordeste, voltada para música de concerto, de domínio público (isentas de pagamento de direitos autorais), com o slogan “Um Toque de Bom Gosto”.

12 de outubro de 2012: Celebração dos 70 Anos da Rádio Excelsior, no Estádio de Pituaçu, com a participação do padre Reginaldo Manzotti. A missa foi celebrada pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, dom Murilo Sebastião Krieger e concelebrada por bispos auxiliares, bispos de dioceses vizinhas, além do padre Reginaldo Manzotti e grande número de padres e diáconos diocesanos. A cerimônia seguiu o mesmo roteiro dos encontrões anuais. Durante as apresentações despediu-se do público e ouvintes da Excelsior, dom Gregório da Paixão, OSB, recém nomeado bispo da Diocese de Petrópolis/RJ.  A cerimônia teve início às 13h, encerrando às 20h, após 7 horas de contínuas atrações, para um público de 26.100 pessoas que ocuparam 82% da capacidade do estádio. A cerimônia contou com cobertura das televisões TVE-Bahia, Rede Bahia (Globo) e Band. Ao vivo transmitiram a missa a Rede Vida e Rede Evangelizar (Paraná), além da Rede Excelsior, presente em todos os momentos.    

23 de janeiro de 2013: FDA/Excelsior assume a gestão da Rádio Alvorada Ltda, com sede no município de Cruz das Almas, Recôncavo Baiano. A emissora operava na frequência AM 1460, prefixo ZYH 536, com cobertura em 39 municípios de seu entorno, atingindo uma população de 1,3 milhões de pessoas. A medida decorre da aquisição do controle acionário desta emissora pela arquidiocese de Salvador, Sé Primacial do Brasil, medida preliminar a criação da diocese de Cruz das Almas. Sob nova direção, foram promovidas melhoras no sistema operacional da emissora que passa adotar, inicialmente, o slogan “A Voz Católica no Recôncavo Baiano”, substituído posteriormente por “A Sintonia do Bom Sucesso” em face da maior devoção local ser à Nossa Senhora do Bom Sucesso. 

15 de fevereiro de 2014: FDA/Excelsior inicia o processo de migração do AM para o FM (adaptação de outorga) das rádios Excelsior AM 840 (Salvador) e Alvorada AM 1.460 (Cruz das Almas). 

08 de março de 2015: Lançamento na cidade de Cruz das Almas, Bahia, da pedra fundamental do Edifício Papa Francisco, destinado a abrigar as novas instalações da Rádio Alvorada, obra financiada com recursos da CEI – Conferência Episcopal Italiana, no bojo do Projeto “Dê Um Presente À Nova Diocese”, elaborado pela FDA/Excelsior. 

05 de junho de 2016: Assinatura, em Brasília, da migração para faixa FM, da Rádio Alvorada AM 1.460. Inicialmente foi concedida a frequência FM 102,7, posteriormente remanejada, por questões técnicas, para FM-105.1, que permanece até o momento. 

01 de novembro de 2016: Criação da Rede Excelsior de Comunicação, resultado da integração das três emissoras operadas pela FDA/Excelsior, e a adoção do modelo “web rádio” pela rede. 

23 de abril de 2017: Inauguração do Edifício Papa Francisco, nova sede da Excelsior Recôncavo FM 105.1 (Rádio Alvorada), onde foram instalados o estúdio, a direção e o sistema irradiante da emissora, em cerimônia festiva na presença do arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, dom Murilo Sebastião Krieger, de autoridades religiosas, do Governado do Estado, da Prefeitura Municipal, além de autoridades civis e militares. 

27 de agosto de 2018: Transferência para nova diocese de Cruz das Almas do controle societário da Radio Alvorada Ltda, permanecendo a emissora na Rede Excelsior de Comunicação, com o nome fantasia de Excelsior Recôncavo FM 105.1.

15 de janeiro de 2019: Queda do estágio final da torre de 103 metros de altura, da Rádio Excelsior AM 840, construída em 1961. Os prejuízos ficaram restritos ao campo material. Em tempo recorde a emissora retorna suas transmissões e a comunidade católica aporta prontamente os recursos financeiros, através da campanha “Não deixe calar a Voz do Senhor do Bonfim” 

05 de julho de 2019: FDA/Excelsior é convocada a coordenar a missão de captação de recursos e restauro da “Galeota Gratidão do Povo”, tradição religiosa e cultural da Bahia, iniciada em 1841 (180 anos). Foi desenvolvida a campanha “A Gratidão é Nossa”, para captação de fundos. A campanha foi anunciada pelo arcebispo primaz dom Murilo Sebastião Krieger, no dia 14 de julho de 2019, pela Rede Excelsior de Comunicação.  

04 de dezembro de 2019: A Galeota Gratidão do Povo, integralmente restaurada, é abençoada e entregue ao povo baiano, durante a festiva “Missa do Marinheiro”, celebrada pelo arcebispo primaz dom Murilo Sebastião Krieger, com a participação da capelania da Marinha do Brasil e a presença da cúpula do 5º Distrito Naval da Bahia. A cerimônia foi realizada na Igreja Matriz da Paróquia da Boa Viagem, ao lado do estaleiro da galeota. 

Março de 2020: Brasil decreta estado de calamidade pública em razão da pandemia de covid-19, com impactos sem precedentes nas atividades econômica e social de estados e municípios. 

Abril 2020: Lançamento, pela Rede Excelsior de Comunicação, do programa “Com a Mãe do Salvador”, com a retomada do horário noturno da emissora, das 22h às 5 da madrugada, até então conveniado com a Rede Aparecida de Rádio/Santuário.

Abril de 2020: Interrupção da edição do Jornal da Família Excelsior, em razão da grave crise econômica causada pela pandemia da covid 19. A última edição foi: Ano XXII, nº 242, março 2020. 

Julho de 2020: O arcebispo de São Salvador e primaz do Brasil, cardeal Sérgio da Rocha, aprova a celebração do Ano Jubilar pelos 80 anos da Rádio Excelsior, a ser comemorado de 04 de dezembro de 2021 a 04 de dezembro de 2022.

Janeiro de 2023: O cardeal Sérgio da Rocha, na condição de presidente da Fundação Dom Avelar Brandão Vilela, nomeia o padre Danilo Pinto dos Santos como substituto do padre Aderbal Galvão de Sousa, na direção-geral da Rede Excelsior de Comunicação e Fundação Dom Avelar; e o padre Gil André Vieira Peixinho como substituto do Dr. José Trindade das Costa Laje na direção secretária da Fundação Dom Avelar e direção de programação da Rede Excelsior de Comunicação. A posse aconteceu em maio de 2023, numa Assembleia Geral da Fundação Dom Avelar. 

Julho de 2023: Aprovação do projeto de Modernização Tecnológica e da Comunicação Digital da Rede Excelsior de Comunicação pelo arcebispo primaz, cardeal Sérgio da Rocha, Cardeal Arcebispo, com o objetivo de atualizar os processos, meios e a linguagem da Rede pelos meios digitais, principalmente as redes sociais.